Entrevistas de JoaQuim Gouveia

19
Nov 13

 

“ESTOU COM MUITO MEDO DO FUTURO”

 

Carlos Lopes é locutor radiofónico na Rádio Sim. Subiu a corda a pulso mas sente-se feliz com a sua atual situação profissional. Teve uma infância pobre e começou a trabalhar muito cedo, como marceneiro, para ajudar a família. Pensa que o mundo está de pernas para o ar e que os valores se estão a perder. Não se sente um homem realizado porque acredita que a vida é uma busca pela perfeição. Critica o esbanjamento de dinheiro neste país e acusa os políticos de má gerência. Gosta de ler José Saramago

 

Como foi a sua infância?

Foi gira. Nasci em Setúbal. Era um menino pobre do bairro Santos Nicolau que andava atrás de uma bola e a conviver com os meninos mais abastados. Na escola acho que fui bom aluno. O meu professor era o senhor Bexiga, de quem tenho boas recordações, principalmente da régua que ele tinha

 

O primeiro amor…

Tinha 16 anos. Era uma miuda muito gira de olhos verdes de nome Florbela, aliás era uma bela flor. Nunca mais a vi

 

E o primeiro emprego…

Com 14 anos era preciso ajudar a família. Fui marceneiro na carpintaria do senhor Manuel, que quando abriu a loja de móveis me promoveu a gerente da mesma

Como é a sua casa? Como a define?

Já é pequena para as necessidades porque tenho três filhos (dois rapazes e uma menina). Estou a precisar de mais uma divisão. De resto é o meu refugio onde gosto de estar sozinho

 

O que pensa do mundo?

Acho que está de pernas para o ar. Estão-se a perder os valores, estão-se a extremar ódios e a cultivar o fundamentalismo. Estou com muito medo do futuro

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

Profissionalmente ainda não. Nunca devemos estar satisfeitos com aquilo que somos. A vida deve ser uma busca pela perfeição e nesse sentido sinto-me ainda insatisfeito.                 Quero cada vez mais. Pessoalmente não me posso queixar no geral

 

Como se resolve a crise?

A crise não se resolve, evita-se. Não se deveriam ter esbanjado os rios de dinheiro que entraram neste país. A culpa é da má gestão dos nossos políticos. Estamos a sofrer as consequências

 

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Acho que existe uma força sobrenatural que comanda tudo isto. Não sei se essa força é o Deus, de que falam. Mas acredito que sim

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Mudava muita coisa que fiz inconscientemente e das quais me arrependo. Sou virgem de signo, logo, um perfecionista. Se não fossem alguns erros a minha vida poderia ter sido muito melhor

 

Que faz no presente e que projectos para o futuro?

Sou locutor na “Rádio Sim”, do grupo Renascença. Faço o programa da tarde “À tarde é que é”, que me dá um enorme prazer pelo contacto direto com os ouvintes e tenho outro programa que é a “Casa de Fado” onde tenho o grato prazer de contatar as grandes figuras do fado de Lisboa

 

 

CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino

Tibete

 

Um livro

Gosto de ler José Saramago

 

Uma música

Pink Floyd

 

Um ídolo

Ainda ando à procura

 

Um prato

Salmonete grelhado

 

Um conceito

Ética

 

 

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 11:05

Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10

17

24


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO