Entrevistas de JoaQuim Gouveia

08
Nov 11

FERNANDO PAULINO

“A CRISE É UM CHAPÉU DE CHUVA...”

 

Fernando Paulino é um homem multifacetado mas sempre disponível para trabalhar em prol da comunidade. Autarca e mutualista acredita no Deus que o Homem criou pela necessidade de atribuir méritos e derrotas a uma força superior. Viveu entre as vinhas e o mar e calcorreou praia e cidade durante a sua infância que diz ter sido muito feliz. Foi voluntário na Força Aérea, facto que lhe retirou a possibilidade de ter estudado Belas Artes, conhecida que é a sua faceta de pintor. O amor aconteceu aos quinze anos e foi para toda a vida

 

Como foi a sua infância?

- Foi muito feliz e descontraída numa ambiente entre a serra e o mar, entre as encostas vinhateiras da Arrábida e o Portinho. Nasci em Vila Nogueira de Azeitão e depois morei na Aldeia da Piedade, onde frequentei a escola primária e aos dez anos vim para Setúbal. Foi uma infância muito vivida com muitos valores e amigos que hoje perduram.

O primeiro amor...

- Foi a minha mulher. Tinha quinze anos e andávamos no Liceu. Casei muito cedo, com dezanove anos mas mantenho o mesmo casamento. Foi o amor de uma vida.

E o primeiro emprego…

- Aos dezassete anos inscrevi-me, como voluntário, na Força Aérea. Acabei por fazer um contrato de três anos. Ganhava pouco mais de oito contos, na moeda antiga. Se não entrasse na Força Aérea tinha cursado em Belas Artes, na António Arroio. Gosto muito de pintar.

Como é a sua casa, como a define?

-É o meu refúgio onde privo com a família nos poucos momentos disponíveis que tenho por força da minha vida profissional e do meu envolvimento no associativismo e na política. É o meu castelo. Uma casa que vive agora momentos agitados com as visitas do nosso neto. Uma enorme felicidade para todos.

O que pensa do mundo?

- Penso bem. A opinião que tenho é tanto o mundo como o Homem são algo de bom. Contrariamente ao que somos levados a pensar pelo excesso de violência nalguns pontos, acho que o mundo é muito bom. Eu gosto muito de viver.

Como se ultrapassa a crise?

- Com muita solidariedade, partilha e compreensão. A rotura com o passado não leva à eficácia para que se ultrapassem as crises. Acho que esta é mais uma crise de valores que propriamente ao nível material. A crise é um chapéu de chuva que encobre muita coisa. Não podemos desculpar tudo com a crise. Ultrapassá-la está na nossa vontade e nos valores humanos.

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

- Sou um homem realizado. Faria tudo como sempre o fiz até aqui tanto na vivência humana como profissional.

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

- Penso que é o Homem quem cria Deus. Temos que saber que existe uma força que controla o nosso destino e a quem atribuímos o que acontece na nossa vida. Temos necessidade de criar os nossos deuses e demónios. Sou católico porque acredito no Deus que nós criámos.

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

- Não mudava nada. Não sou homem de arrependimentos, antes prefiro os actos e o olhar para a frente. Tento sempre melhorar o que faço. E a verdade é que comemoro agora em Outubro, trinta anos de trabalho na Portucel.

Que faz no presente e que projectos para o futuro?

- Sou Presidente da Junta de Freguesia de Sta. Maria da Graça e da Associação dos Socorros Mútuos Setubalense. Isto são desafios que abraço com enorme entusiasmo porque trabalho em prol da comunidade. Sou ainda encarregado de turno na Portucel. O futuro tem que ser feito de projectos. Aliás, o próprio futuro é um projecto.

 

CAIXA ALTA

 

Um destino

- Algarve

Um livro

- As minas de Salomão

Uma música

- Todas dos Rolling Stones, Genesis e Pink Floyd

Um ídolo

-Não tenho ídolos mas algumas referências

Um prato

- Cozido à portuguesa

Um conceito

- Amizade

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 23:30

Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO