Entrevistas de JoaQuim Gouveia

11
Set 14

 

“O BIG BANG TAMBÉM FOI OBRA DE DEUS”

 

A Dra. Sália Tiago nasceu no Pinhal Novo, reside em Palmela mas é em Setúbal, que tem desenvolvido intensa atividade na área da saúde através da farmácia de que é proprietária na Praça de Bocage. Guarda da infância uma recordação muito feliz e do seu primeiro e único amor memórias que ainda hoje lhe adornam a felicidade. Começou a sua atividade profissional num laboratório de análises clínicas. Tem do mundo a ideia de que é uma bênção de Deus, criador do Homem e de toda a natureza. Gostaria de ter tido mais filhos mas, no entanto, a condição de avó confere-lhe um estatuto muito especial. O seu maior desejo é continuar a ser feliz. Não dispensa um bom petisco e gosta de ouvir “Danúbio Azul”, ao piano.

 

 

Como foi a sua infância?

Foi uma infância muito feliz. Nasci em Pinhal Novo e vivi numa quinta até aos 11 anos, onde haviam animais, árvores de frutos variados e amigos verdadeiros. Praticava todas as atividades do campo desde o semear ao colher. Passei muitas horas e dias ao lado do meu pai no laboratório de vinhos que ele tinha lá na quinta. Frequentei a escola primária do Pinhal Novo e com nove anos vim para Setúbal, onde concluí o ciclo preparatório.

 

O primeiro amor...

Aconteceu quando eu era ainda muito jovem. Tinha apenas 15 anos. Na altura era muito cedo para contar aos pais e aos amigos. Foi um amor secreto. Mas como já era sonâmbula, uma noite a minha irmã mais velha puxou por mim e conseguiu arrancar-me o segredo. Mas não houve mal nisso. Este primeiro amor marcou-me para o resto da minha vida porque ainda hoje está comigo, é o meu marido e pai das minhas filhas. É um amor que faz de mim uma mulher muito feliz.

 

O primeiro emprego...

Num laboratório de análises clínicas. Tinha 21 anos e fui trabalhar sem qualquer ordenado. Trabalhei durante 1 ano e ao fim dos três primeiros meses, como resultado do meu trabalho e empenho, estava a ganhar dinheiro para comprar o meu primeiro carro.

 

Como é a sua casa? Como a define?

É a casa mais bonita do mundo. É um espaço aberto onde as crianças brincam, os adultos confraternizam, os jovens divertem-se e os apaixonados pela música tocam piano. A separação dos espaços é feita por jardins interiores. Felizmente tenho a felicidade de ter a casa com que sempre sonhei. Lutei bastante para tornar esse sonho realidade.

 

O que pensa do mundo?

O mundo é uma maravilha. O planeta Terra é uma bênção. Eu nasci e o planeta esteve disponível para me abraçar. O mundo é como se fosse uma grande mãe para mim, que me deu luz, vida, água e oportunidades. O mundo mostrou-me muitas coisas bonitas. O mundo é fantástico, uma benção, a melhor coisa que nos pode acontecer.

 

Sente-se realizada humana e profissionalmente?

Sinto-me mas sou uma sonhadora. Tenho a certeza de que tenho ainda muito por fazer. Gostava de escrever um livro, acompanhar mais as minhas netas e construir um hotel na serra da Arrábida.

 

 

Como se resolve a crise?

Com trabalho, com perseverança, com o acreditar e, acima de tudo, agradecer a Deus. Ter trabalho para mim também é uma bênção.

 

Deus criou o homem, ou foi o homem que criou Deus?

Deus criou o Homem, porque a origem da vida teve a ver, quimicamente, com o grande som (Big Bang), que é o que nos ajuda a comunicar. No som está, também, incluído o silêncio. A vida surgiu pela explosão que obrigou os átomos e as moléculas a formarem-se. Mas foi Deus que originou o Big Bang e é ele que está em tudo na natureza. Deus é energia.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Teria tido mais filhos e uma família maior. Manteria tudo o resto, todo o percurso que fiz até aqui porque foi feito em consciência e não sinto arrependimentos.

 

O que faz no presente e que projetos tem para o futuro?

Sou farmacêutica e trabalho com um grupo de profissionais que são fantásticos e que são os melhores do mundo e de quem tenho muito orgulho. Além disso sou avó e essa é uma condição especial. Quero continuar a ser feliz com a minha família, os amigos e o trabalho que tenho desenvolvido nesta comunidade.

 

CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino

Malásia

 

Livro

O Senhor do Anéis (J. R. R. Tolkien)

 

Uma música

Danúbio azul (Johann Strauss II)

 

Um ídolo

O meu marido

 

Um prato

Petiscos

 

Um conceito

Luz, amor e sabedoria

 

publicado por Joaquim Gouveia às 10:57

Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
20

21
23
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO