Entrevistas de JoaQuim Gouveia

06
Jan 18

“TODOS NÓS TEMOS UM PAPEL NESTE MUNDO”

Foto 2.jpg

Nuno Gil é um estudioso da gastronomia, nomeadamente a doçaria sendo proprietário da Confeitaria S. Julião. Tem recordações muito gratas dos tempos de infância onde conheceu muitos amigos e brincou pelas ruas da vila de Palmela. Para si a crise é psicológica, não palpável e tem a ver com a educação e a responsabilidade de cada um. É crente em Deus, a quem atribui a criação da Terra, dos animais e da natureza. Para si aquilo que vivemos hoje é o que sonhámos ontem. O bife com batatas fritas da sua avó é o seu prato preferido.

 

Como foi a sua infância?

Recordo-me que morava pertíssimo da escola primária. Lembro-me bem das minhas professoras e dos meus colegas. Tenho muitas recordações das nossas brincadeiras que eram todas feitas na rua. Naquela altura as nossas mães eram domésticas e passavam muito tempo connosco. Haviam sempre muitas crianças nas ruas de Palmela, rapazes e raparigas. Há cerda de dois anos realizámos um jantar de amigos de rua e recordámos os tempos de crianças.

 

O primeiro amor…

Sempre fui um homem de paixões. Mas o meu primeiro amor foi por uma menina da escola primária. Foi um amor inocente. Ainda hoje somos amigos.

 

E o primeiro emprego…

Na Marinha, era maquinista naval. Tinha 20 anos.

 

Como é a sua casa? Como a define?

Devido á minha situação profissional saio de casa muito cedo e regresso muito tarde. É uma casa boa, acolhedora, com todas as comodidades, compatível, confortável e simples. Tenho lá o meu aconchego.


O que pensa do Mundo?

Podia ser melhor se todos nós fizéssemos a nossa parte que tem a ver com a nossa educação e a responsabilidade com que cada um de nós deve ver o mundo e deve ter para com ele. Se olharmos em nosso redor vemos uma perfeição de Deus. Não devemos estragar o mundo. Hoje o mundo está diferente.

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

Ainda não. Estou muito longe da perfeição. Contudo reconheço que todos nós temos um papel neste mundo. Este é o meu. Sou uma pessoa multifacetada. Tenho essa capacidade idealista e quando faço algo é para que seja por gosto e paixão.

 

Como se resolve a crise?

Não existe crise. Acho que a crise é psicológica, é algo invisível, é um sentimento que se espalha entre as pessoas. A crise não se vê, não é palpável. A crise tem a ver com a educação e a responsabilidade de cada um e a forma de gerir os seus bens.

Foto criança.jpg

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Foi Deus que criou o Homem. Sou crente. Deus é um ser perfeito que criou a Terra, os animais e a natureza. Deus é um sistema perfeito e o Homem é imperfeito.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Em questões profissionais mudaria tudo porque deixei o destino decidir o meu destino. Se fosse hoje seria eu a desenhar o meu destino. O que vivemos hoje é aquilo que sonhámos ontem.

 

Que faz no presente e que projetos para o futuro?

Faço o que gosto de fazer. O meu trabalho está relacionado com a gastronomia, nomeadamente, a doçaria. Sou um estudioso. Oiço os mais antigos e transmito já os meus conhecimentos. Sou proprietário da Confeitaria São Julião. No futuro quero continuar a desenvolver esta atividade.

 

CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino:

Madeira

 

Um Livro:

O poder está entre nós

 

Uma Música:

Porque queramos vernos (Matias Damásio)

 

Um Ídolo:

O meu pai

 

Um prato:

Bife com batatas fritas da minha avó

 

Um conceito:

O amor vence tudo

 

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 15:21

Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO