Entrevistas de JoaQuim Gouveia

27
Nov 18

Foto.jpg

 

"OS POLITICOS TÊM QUE SE ENTENDER"

 

António Pomar é o presidente do Clube Ornitológico de Setúbal. Aos 14 anos iniciou a sua atividade laboral na casa Farelo, local onde ainda hoje se encontra a trabalhar. Diz que teve uma infância feliz, não gostava da matemática e não dispensava uma bola para jogar futebol. Desde que nasceu que viu o mundo em crise e com guerras e, no seu entender, só os governantes podem resolver estes flagelos quando deixarem de estar de costas voltadas entre si. Quer ter mais tempo e dinheiro para viajar. Gosta de ler banda desenhada, de ouvir Demis Russos e comer choco frito.

 

Como foi a sua infância?

Sou de Montemor-o-Novo mas vim para Setúbal, no dia em que nasci. Morei em cajados, onde passei toda a minha infância e frequentei a escola primária até à 4ª classe. Na escola só não gostava da matemática. A minha brincadeira favorita era o futebol, não podia passar sem uma bola.

 

O primeiro amor…

Foi pela mãe da minha filha que é a minha mulher.

 

E o primeiro emprego…

Na casa Farelo, com 14 anos. Vim ganhar 37.500 escudos, o que era um bom ordenado para a época.

 

Como é a sua casa? Como a define?

Moro num apartamento no Monte belo. Não há casa nenhuma em que viva onde o sol não entre. É uma casa muito acolhedora. Felizmente nada nos falta. Até ver e graças a Deus é uma casa tranquila e agora com a minha neta é ainda muito mais alegre.


O que pensa do Mundo?

Isto não tem melhoras e cada vez está pior com mais crises e mais guerras. Quem irá pagar tudo isto será a nova geração. Desde que nasci sempre vi o mundo em crise, em guerra e sem se entender. O mundo dá mesmo que pensar. Que volta lhe poderemos dar para o melhorar?...

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

Sinto-me. Tive uma infância feliz onde nada me faltou, uma juventude boa e desde que conheci a minha mulher penso que as coisas sempre andaram bem. Só me falta tempo e dinheiro para viajar pelo mundo.

 

Como se resolve a crise?

Tem que haver entendimento entre os governantes que não podem continuar de costas voltadas entre si. O mundo reflete-se disso. Só eles podem resolver o assunto.

 

Foto criança.jpg

 

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Deus criou o Homem. Sou crente e católico, embora não praticante. Acredito num ser superior que nos criou e que será Deus.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Não mudaria nada. Aos 50 anos penso que não tenho razões para querer mudar alguma coisa.

 

Que faz no presente e que projetos para o futuro?

Sou presidente do Clube Ornitológico de Setúbal e trabalho, ainda, na Casa farelo. No futuro pretendo viajar.

CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino:

Suécia

 

Um Livro:

Banda desenhada

 

Uma Música:

Demis Russos

 

Um Ídolo:

O meu pai

 

Um prato:

Choco frito

 

Um conceito:

Faz o que eu digo mas não faças o que eu faço

 

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 12:21

Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
17

18
24

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO