Entrevistas de JoaQuim Gouveia

21
Jan 19

Com o apoio do HOTEL DO SADO

 

Foto.jpg

 

“AS PESSOAS TORNARAM-SE EGOCÊNTRICAS”

 

A Dra. Sandra Luzio é presidente da Escola de Futebol Feminino de Setúbal. Nasceu em Setúbal e passou a sua infância e juventude no Casal das Figueiras. É psicóloga e diz que a sua profissão é mágica, um dom que adora exercer. Pensa que o mundo se destruturou devido à sua própria evolução. É crente e pensa que a Igreja fantasiou a imagem de Deus. Se pudesse voltar atrás não mudaria nada na sua vida. Sente-se bem no papel de mãe e acredita que é possível ajudar o outro a encontrar o seu caminho. Gostava de ir ao México e adora bacalhau com natas.

 

Como foi a sua infância?

Nasci em Setúbal, no hospital de S. Bernardo e parte da minha infância foi passada no Casal das Figueiras, onde mora grande parte da minha família materna. Frequentei a escola primária do Monte Belo, mas não fui boa aluna. A professora chegou a chamar a minha mãe para falar com ela por eu não estar a acompanhar as aprendizagens. A minha mãe acabou por me ajudar bastante. Brinquei muito com um primo-irmão no Casal das Figueiras.

 

O primeiro amor…

Tínhamos 11 anos e andávamos no ciclo. Ele era francês, loiro e de olhos azuis. Era lindo. Namorámos mas depois cada um seguiu o seu caminho.

 

E o primeiro emprego…

Num café. Tinha 18 anos. Ajudava em part-time. Ganhava à semana mas não me recordo quanto.

 

Como é a sua casa? Como a define?

É uma casa familiar, acolhedora mas cheia de vida. É o meu porto de abrigo.

 

O que pensa do Mundo?

Às vezes prefiro não pensar. Acho que vivemos num tempo que derivado à sua própria evolução se destruturou. A evolução é positiva em vários aspetos mas acabou por invadir as pessoas que perderam valores de respeito ao seu semelhante. As pessoas tornaram-se egocêntricas.

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

De uma forma geral sinto-me realizada profissionalmente. Sou psicóloga e tenho uma profissão quase mágica que adoro. Acho que é um dom. Pessoalmente estou envolvida em projetos que me dão algum alívio e muito prazer.

 

Como se resolve a crise?

Com bom senso e igualdade. Sem qualquer tipo de narcisismo político a crise resolve-se. A culpa da nossa crise é política.

 

Foto criança.jpg

 

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Acreditar em Deus é uma herança cultural. A minha avó rezava quando o meu avô, que era pescador, ia para o mar. Cresci num ambiente crente. Deus criou o Homem mas a igreja fantasiou a sua imagem. Neste momento estamos num período de grande bênção com um Bispo fantástico e um Papa exemplar.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Se calhar não mudava nada porque não seria o eu que sou hoje.

 

Que faz no presente e que projetos para o futuro?

Sou presidente da Escola de Futebol Feminino de Setúbal, psicóloga e mãe. Quero manter a minha profissão e poder ajudar o outro a encontrar o seu próprio caminho. Pretendo também manter-me na direção do clube.




CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino:

México

 

Um Livro:

O Crime do Padre Amaro (Eça de Queiroz)

 

Uma Música:

You and I (Scorpions)

 

Um Ídolo:

Zeca Afonso

 

Um prato:

Bacalhau com natas

 

Um conceito:

Sou amiga dos meus amigos

 

PUBFB.jpg

 

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 12:26

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
19

20
26

27
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO