Entrevistas de JoaQuim Gouveia

16
Nov 18

Foto 2.jpg

 

"O FADO É A MINHA TERAPIA"

 

Eugénio Almeida é fadista amador. Trabalha na bem conhecida Casa Farelo, onde iniciou a sua atividade laboral com apenas 14 anos de idade. Teve uma infância feliz. Pensa que há muita revolta no mundo e que o planeta reage com catástrofes às adversidades e atropelos. Ainda não se sente totalmente realizado porque sabe que tem que atingir outras metas. Quer voltar a ser pai o que o deixaria imensamente feliz. Não sabe o que é viver sem crise e acha que os portugueses são uns vitoriosos porque é necessária coragem para viver neste país. O fado é a sua terapia.

 

Como foi a sua infância?

Nasci em Setúbal, no Hospital de S. Bernardo e fui criado no Casal das Figueiras. Posso dizer que tive uma infância feliz. Os meus pais sempre se deram muito bem e isso tornou-nos muito felizes. Não fui grande aluno na escola primária mas aprendi o que tinha para aprender. Lembro-me de jogar ao pião, ao ferrinho, ao lá vai alho e outras brincadeiras próprias das crianças.

 

O primeiro amor…

Foi pela mãe das minhas filhas.

 

E o primeiro emprego…

Na casa Farelo. Vim para cá em dezembro de 1983, com 14 anos de idade. Comecei por ganhar 8 contos mensais.

 

Como é a sua casa? Como a define?

É o miminho, onde me sinto mesmo bem. É acolhedora e tranquila. É sem dúvida o meu porto de abrigo. Moro no Montalvão.


O que pensa do Mundo?

Há muita revolta no mundo. O planeta parece estar a dar resposta com tantas catástrofes. As pessoas não entendem que fazem as guerras e outros atropelos ao mundo e que isso se paga caro.

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

Ainda não. Tenho que atingir outras metas e outros valores. Tenho quatro filhas e dois netos. Gostava de ser pai novamente. Se Deus me conceder essa ventura era um homem imensamente feliz.

 

Como se resolve a crise?

É preciso ter muita coragem para se viver neste país. Os portugueses são uns vitoriosos. A nossa crise é muito grande. Eu já nasci com o país em crise e acho que não sabemos o que é viver sem crise. Desde que me lembro sempre ouvi falar da crise e acho que morrerei a ouvir falar dela

 

Foto criança.jpg

 

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Creio que Deus criou o Homem. Penso que não viemos ao mundo por acaso.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Talvez mudasse alguma coisa, sobretudo, no início da minha vida.

 

Que faz no presente e que projectos para o futuro?

Trabalho na casa Farelo e sou fadista amador. No futuro quero continuar a cantar o fado que é a minha terapia.


CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino:

Índia

 

Um Livro:

As 5 pessoas que você encontra no céu (Mitch Albom)

 

Uma Música:

Scorpions

 

Um Ídolo:

Fernando Maurício

 

Um prato:

Sardinhas assadas

 

Um conceito:

Cuida da tua vida e deixa a dos outros

 

 

 

 

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 10:32

Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
17

18
24

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO