Entrevistas de JoaQuim Gouveia

06
Dez 18

Com o apoio do HOTEL DO SADO

Foto.jpg

 

"HÁ UMA FORÇA SUPERIOR QUE CRIOU ISTO TUDO"

 

José Vigário é presidente do Núcleo Recreativo e Desportivo Ídolos da Praça. Natural de Setúbal, viveu no bairro Santos Nicolau, onde teve uma infância feliz e com muita brincadeira. Filho de pai pescador foi na pesca que conheceu o seu primeiro ofício. Sobre o mundo tem uma visão de que existem muitas guerras e ódios e que o Homem deveria aproveitar o lado bom das coisas. Se pudesse voltar atrás não mudaria nada na sua vida pelo que se sente de bem consigo e com os outros. Gostou de ler A última tentação de Cristo é fã dos Guns´n´Roses e não dispensa um bom cozido à portuguesa.

 

Como foi a sua infância?

Sou natural de Setúbal. Nasci no bairro Santos Nicolau, na casa da minha avó, na antiga rua do Ouro. Tive uma infância com muita brincadeira na barreira, com muitos amigos e muito futebol à mistura. Ainda joguei n´Os Amarelos. Andei na escola da Fonte do Lavra, com a professora D. Augusta. Fui um aluno médio. O meu pai era pescador e tinha um barco e a minha mãe trabalhou nas fábricas da conserva e na Eletrónica.

 

O primeiro amor…

Foi complicado. Tinha 16 anos. Namorámos durante algum tempo mas não deu em nada.

 

E o primeiro emprego…

Pescador com o meu pai. Andei alguns anos na pesca. Depois embarquei no navio paquete Funchal.

 

Como é a sua casa? Como a define?

É a antiga casa dos meus pais. É uma casa acolhedora mas onde passo pouco tempo. É familiar e bastante tranquila.

 

O que pensa do Mundo?

Há muito egoísmo com muitas guerras e ódios. Devíamos fazer algo para mudar os acontecimentos. Também existem coisas positivas como as amizades. Acho que se podia aproveitar melhor o lado bom do mundo que é maravilhoso. Gosto muito de viver e o mundo tem coisas realmente belas.

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

Estamos sempre a aprender. Não tenho muita razão de queixa. Aquilo que já fiz estava dentro das minhas expetativas. Sinto-me bem comigo e por isso estou de bem com a vida.

 

Como se resolve a crise?

Deveria de existir mais entendimento político entre os governantes e menos corrupção que está na ordem do dia. A riqueza devia de ser dividida. Há uma grande diferença entre ricos e pobres.

 

Foto jovem.jpg

 

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Sou católico não praticante. Fiz a primeira comunhão e andei na catequese. Penso que há uma força superior que criou isto tudo a quem chamam Deus.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Acho que nada. Tudo o que aconteceu foi por algum motivo. Sempre consegui passar dos maus para os bons momentos e sempre levantei a cabeça. Não me arrependo de nada. Aprendemos com os erros

 

Que faz no presente e que projetos para o futuro?

Sou presidente do Núcleo Recreativo e Desportivo Ídolos da Praça e trabalho na Sesibal, como encarregado de armazém. Pretendo levantar ainda mais o clube, ter mais sucessos desportivos e manter-me no movimento associativo enquanto as pessoas me quiserem.

 

CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino:

Londres

 

Um Livro:

A última tentação de Cristo (Níkos Kazantzákis)

 

Uma Música:

November Rain (Guns’n’roses)

 

Um Ídolo:

Jim Morison

 

Um prato:

Cozido à portuguesa

 

Um conceito:

Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 09:34

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO