Entrevistas de JoaQuim Gouveia

12
Dez 18

Com o apoio do HOTEL DO SADO

 

Foto.jpg

 

"A CRISE SEMPRE EXISTIU E SEMPRE EXISTIRÁ"

 

Júlio Gamito é presidente da União Desportiva das Pontes. É Alentejano do concelho de Aljustrel, mas está radicado na nossa cidade desde tenra idade. Teve uma infância feliz mas marcada por algumas dificuldades. Recorda-se do professor Monteiro, da escola dos Pinheirinhos. Esteve para ser profissional de futebol pelo Vitória de Setúbal. Tem a ideia de que o mundo é um lugar maravilhoso mas ao mesmo tempo de muita ingratidão. Para si a crise sempre existiu e sempre existirá. Gostava de ir ao Porto Santo e Cristiano Ronaldo é o seu ídolo.

 

Como foi a sua infância?

Nasci em Corte Vicenteanos, concelho de Aljustrel. Fui para Lisboa com apenas 8 meses de idade e até aos 2 anos. Depois a minha família veio morar para o Alto da Guerra. Tive uma infância feliz mas difícil porque era apenas o meu pai sozinho a trabalhar e a ganhar. Foi muito sacrifício. Brincava de manhã até à noite. Era viciado pelo futebol. Na escola fui um bom aluno. Recordo-me do professor Monteiro, na escola dos Pinheirinhos.

 

O primeiro amor…

Lembro-me da primeira namorada mas o primeiro amor foi pela minha mulher.

 

E o primeiro emprego…

Na Junta Autónoma das Estradas. Era analista de laboratório. Não me recordo de quanto ganhava mas sei que era pouco. Tive para ser profissional de futebol no Vitória de Setúbal.

 

Como é a sua casa? Como a define?

É uma boa casa, acolhedora, o meu porto de abrigo. Foi idealizada por mim e pela minha esposa e desenhada por uma arquiteta, mas todos os conceitos são nossos nos trabalhos interiores e exteriores.

 

O que pensa do Mundo?

É um local maravilhoso para se viver mas ao mesmo tempo é um sitio de ingratidão enquanto houverem pessoas muito ricas e outras muito pobres. Enquanto houver essa discrepância de valores dificilmente será um sítio igual para todos.

 

Sente-se realizado humana e profissionalmente?

Humanamente sim. Tenho a família que idealizei. Profissionalmente estou numa boa empresa há 32 anos. Sinto-me bem.

 

Como se resolve a crise?

A crise sempre existiu e sempre existirá. Enquanto houver corrupção no nosso país haverá crise. Somos um país maravilhoso mas também de corruptos. Assim não se resolve a crise.

 

Foto jovem.jpg

 

Deus criou o Homem, ou foi o Homem quem criou Deus?

Sou católico não praticante. O Homem já faz esta pergunta há muitos anos. Qualquer resposta não tem confirmação porque é impossível saber-se uma coisa destas.

 

Se pudesse voltar atrás o que mudaria na sua vida?

Tentava aprender uma profissão que me desse mais estabilidade no futuro. Acho que cometi alguns excessos na juventude e que hoje não os cometeria.

 

Que faz no presente e que projetos para o futuro?

Sou presidente da União Desportiva das Pontes e trabalho na Navigator CA. Quero manter-me ligado ao movimento associativo onde já estou desde os 18 anos. Depois quero aproveitar a reforma da melhor forma possível.




CAIXA DAS PALAVRAS

 

Um destino:

Porto Santo

 

Um Livro:

Running (José Soares)

 

Uma Música:

Jardins proibidos (Paulo Gonzo)

 

Um Ídolo:

Cristiano Ronaldo

 

Um prato:

Arroz de tamboril

 

Um conceito:

Nunca deixes para amanhã o que podes fazer hoje

 

 

publicado por Joaquim Gouveia às 10:41

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

16
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO